quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Mostra-me a cruz

Apenas no amor salvífico de Deus, revelado a você e a mim na cruz do Calvário, pode a comunidade confusa finalmente encontrar seu rumo. Só ao pé da cruz podemos reorientar-nos em meio ao emaranhado de estradas e atalhos da vida. Só ao pé da cruz o caminho que nos leva para casa, e que esteve temporariamente coberto de trevas, volta a tornar-se claro.
Uma história ilustra essa profunda verdade teológica:

Estava começando a escurecer em Londres, e acendiam-se as luzes da iluminação pública. Uma garotinha, que se perdera, estava chorando numa esquina. Um sentimento de desespero já ia tomando conta dela, quando foi avistada por um policial. Numa tentativa de ajuda à garotinha, perguntou: “Você mora perto de algum grande edifício?”. “Não”, respondeu ela. “Você mora perto de uma praça, ou parque de diversões?”. “Não”.
“Eu moro perto da igreja que tem uma cruz! Se o senhor me mostrar a cruz, saberei o caminho da minha casa!”


Na vida de cada um de nós, mais cedo ou mais tarde, começam a apagar-se as luzes, o caminho se torna escuro e acabamos perplexos e perdidos. Mas existe um único caminho que podemos andar com segurança e certeza. Mostra-me a cruz, e encontrarei o caminha à minha casa, como disse a garotinha da história...
É por isso que o apóstolo Paulo sempre apontava aos seus convertidos a cruz do Salvador, que ele pregava. A cruz era o fato central de sua fé, o foco central de sua vida. E assim deve ser para você e para mim.
A exemplo da garotinha que chorava, perdida, numa esquina de Londres, você e eu podemos dizer: “Mostra-me a cruz e saberei encontrar o caminho à minha casa”.
-Herman W. Gockel -

4 comentários:

Brisa da Manhã disse...

Olá! Você sempre com maravilhosos posts! É muito bom vir aqui! Obrigada por sua visita! Beijos suaves da Brisa da Manhã

Marili Alves disse...

lindo post, boa reflexão, que possamos nunca nos perder deste caminho.
paz e bem!!

Tetê disse...

Oi Polly! Feliz de ter te encontrado no Manancial! Maravilhosa essa sua reflexão! Bjks Tetê

ONG ALERTA disse...

Sim a certezaque sempre haverà Dias me gores....beijo Lisette.